Abihpec

Multiplicadores: PDS/HPPC democratiza informações científicas




Simone Fanan durante apresentação em São PauloMicros e pequenos empresários das cidades de São Paulo, Curitiba, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Salvador e Belém vêm recebendo, desde setembro de 2010, informações estratégicas exclusivas sobre as recentes tecnologias e pesquisas desenvolvidas no mundo. Essas atualizações, antes restritas às equipes de Pesquisa e Desenvolvimento das grandes indústrias capazes de investir no acesso a fóruns e seminários internacionais, foram disponibilizadas nacionalmente a partir de um formato inovador, promovido pelo PDS/HPPC (Programa de Desenvolvimento Industrial de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos). É o Programa de Multiplicadores para a Indústria de HPPC, que conta com quatro agentes, que participaram de três missões internacionais (um curso técnico e dois congressos científicos), e agora repassam seus conhecimentos às empresas brasileiras. O PDS/HPPC é coordenado pela ABDI (Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial), ABIHPEC (Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos) e SEBRAE Nacional (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas).

Uma das beneficiadas com o trabalho dos multiplicadores foi Renata Ishii, diretora de marketing da Valmari, de São Paulo. De acordo com ela, “as informações estão disponíveis, mas a capacidade de interpretá-las e utilizá-las corretamente exige o conhecimento técnico dos multiplicadores participantes, pois possuem o embasamento técnico necessário para apontar tendências e possibilidades de atuação”.

Uma das técnicas participantes da ação como multiplicadora é a doutora Simone Fanan, que esteve em Bruxelas (Bélgica) e em Buenos Aires (Argentina), a convite do programa de multiplicadores. Na primeira cidade ela participou de um congresso de dermatocosmética e no segundo de seminário do IFSCC (The International Federation of Societies of Cosmetic Chemists). “Além de todo o conhecimento adquirido nestes reconhecidos eventos, o contato com outros profissionais da área trouxe uma troca de experiências fundamental para o aprimoramento e a atualização de informações. Alguns dos temas mais importantes que abordamos foram os testes de segurança e eficácia, especialmente os não invasivos”, disse.

Segundo Marina Kobayashi, coordenadora de assuntos econômicos da ABIHPEC e do braço tecnológico da Entidade, ITEHPEC (Instituto de Tecnologia e Estudos de HPPC), “a disseminação do conhecimento específico em Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação adquirido em instituições internacionais de referência para o setor, propiciou o acesso às empresas do setor às mais recentes tecnologias e pesquisas desenvolvidas no mundo”. As parcerias começaram motivadas pela contemplação da iniciativa de qualificação profissional na PDP (Política de Desenvolvimento Produtivo) de Cosméticos como um dos ‘Desafios de Elevar o Padrão Tecnológico e Produtivo’. “Este formato de multiplicadores beneficia as empresas de todos os portes, permitindo acesso às informações que, muitas vezes, ficariam inacessíveis às Micro, Pequenas e Médias Empresas”, diz.

Para o presidente da ABIHPEC, João Carlos Basilio, o trabalho trouxe “bons resultados, pois pudemos levar conhecimento sobre o mercado internacional, tendências, evoluções tecnológicas, caminhos possíveis, matérias-primas, componentes e ativos às micro, pequenas e médias empresas. É sem dúvida uma ação que repetiremos na gestão 2012 e 2013, mas que com certeza será aprimorada para ampliar a participação nas discussões e apresentações, incluindo ainda mais visões de vanguarda no processo”.

Abihpec © Copyright 2015 | desenvolvido por