Abihpec

Retorno de bônus português dispara e investidores temem ‘nova Grécia’




O preço dos bônus de 10 anos de Portugal caíram ontem significativamente e levaram o rendimento dos papéis ao maior nível desde a criação do euro, a 16%, enquanto o custo do seguro para se proteger de um default do país atingiu nível recorde. O movimento responde a preocupações de que os investidores terão que assumir perdas adicionais com obrigações do governo português, na sequência de um acordo sobre a dívida grega.

Os “credit default swaps” (CDS, em inglês) para segurar US$ 10 milhões em dívida soberana portuguesa de cinco anos subiu para a máxima histórica de US$ 3,95 milhões antecipados e US$ 100 mil por ano, de acordo com a CMA. Esse custo indica chance de 71% de default do governo. A percepção corrente é de que Portugal pode ser a próxima Grécia, necessitando de um segundo pacote de resgate a fim de evitar uma quebradeira generalizada. O spread dos bônus portugueses de 10 anos sobre os seguros títulos de dívida alemães de mesmo prazo subiu 15 pontos percentuais, pela primeira vez na zona do euro.

Valor Econômico – 31 de Janeiro de 2012

Abihpec © Copyright 2015 | desenvolvido por